Arquivo | Equipamentos! RSS for this section

Dúvidas dos novatos!

headshot

Saudações Galera

A grande maioria do pessoal que acessa nosso blog é de iniciantes no paintball atrás de informações; e o pessoal vem cheio de perguntas:

  • Qual o melhor marcador – marca, modelo?
  • Qual a melhor máscara?
  • CO2 ou AR?
  • O que eu compro primeiro?
  • Qual meu nível de conhecimento para jogar?

Eita povo curioso – hehehehehe.

Calma pessoal, não sejam afobados – hahaha; primeiro jogue em campos comerciais com seus amigos, divirtam-se – quando verem que é isso mesmo que vocês querem e decidirem qual estilo de jogo (speed, cenário ou RA) aí sim podem começar a gastar.

teste2

A pergunta mais feita: o que compro primeiro? Proteção – sei que não era isso que você queria ler, mas proteção em primeiro lugar: roupas, coletes, joelheiras, cotoveleiras, etc. e principalmente sua máscara, item mais que indispensável.

Qual o marcador? Aqui cabe seu estilo de jogo, não precisa ser top de linha, mas muito cuidado ao comprar, pois não adianta um marcador que dispara muito sem um loader para repor as bolinhas e vice e versa. Dependendo do marcador o cilindro tem que ser de AR ou CO2.

Os marcadores de AR (cilindro) são mais precisos, os de CO2 são mais fáceis de recarregar (a maioria dos campos), mas são tão bons quanto.

OPERATION IRAQI FREEDOM II

Quanto a marca e modelo de tudo: o que couber eu seu orçamento está mais que ótimo, com o tempo e a assiduidade em jogos vocês vão optar pelo que mais lhe agrada e vão poder comparar com o do pessoal que joga mais tempo que você.

Quanto a experiência, conhecimento de jogo, fiquem tranquilos – com o tempo vocês vão pegando o macete; e não pense que seu conhecimento de tiro ou seu treinamento em combate das forças especiais vão fazer diferença em um jogo de paintball, te ajudam, mas muito pouco – hehehehe.

Ajudei? Bons jogos – hahaha.

warrior-on-DZ

Armadilhas de Paintball

Já faz algum tempo recebemos um pedido para falar de armadilhas granadas e afins, e eu estava enrolando pra fazer esse post porque queria fazer algo 100% seguro, sem usar gambiarras que pudessem explodir na cara de ninguém, mas enfim chegou a hora de falar delas, as bobby traps
trap_11
Sempre houve armadilhas no campo de batalha, mas elas ficaram famosas na guerra do Vietnam, pois foi com elas que um exército pequeno e sem recursos conseguiu vencer o grandessíssimo e tecnológico exército norte americano, algumas de custo zero como buracos com estacas onde caiam os azarados fuzileiros, outras com minas e granadas, a única regra era ser simples e eficiente. Tentei criar algumas armadilhas nos mesmos moldes das vietnamitas, seguindo a regra de ser simples e eficiente, outro fator relevante é que elas tem que ser de preparação rápida pois os times não terão tempo extra para prepará-las, todas feitas de material reciclado para ressaltar o lado guerrilheiro ecológico e pobre hohoho…

Vamos usar alguns princípios básicos e simples, todas vão funcionar a base de fios, molas e torção, e como munição usei bexigas e espumas embebidas em tinta, a tinta é apenas a tinta das bolinhas diluída umas10 bolinhas por bexiga basta, ou pode-se usar talco também, fora isso tabuas pregos barbante cano de pvc, mas tudo pode ser mudado de acordo com a imaginação… A maioria funciona com base em uma linha que quando tencionada dispara a armadilha…
trap1
Nesse primeiro modelo é basicamente um estilingue montado sobre uma prancha de madeira, isso ajuda a fazer a mira, no fundo da parte onde ficam as bolinhas tem uma tira, essa tira dará a volta em um prego na parte de trás, um laço simples prenderá a tira como mostra o detalhe na imagem, quando o player descuidado chutar a linha ela puxa a perna do laço que libera a tira que prende o estilingue disparando as bolinhas na perna do player.
trap2
Outra opção de gatilho pode ser feita com 3 pregos, dois vão presos na tabua e servem para prender o terceiro que atua como pino, a tira vai presa a ele por um laço, quando a linha é tencionada puxa o prego/pino que libera o laço da tira, disparando a armadilha…
trap3
Essa armadilha é bem legal, o original é feito com um pedaço de tronco cheio de pregos, mas a gente ai usar uma garrafa pet cheia de água, ao redor dela você vai colar EVA ou espuma, que estará coberta de talco ou embebida em tinta, quando o jogador tencionar a linha ela liberará a garrafa que vai cair em um movimento de pendulo e acertar o jogador o marcando.
trap4
Esse modelo é bem simples, uma bexiga faz o papel de granada, quando a linha é tencionada estica a bexiga, que com a ajuda de um alfinete estoura jogando tinta ou talco para todo lado, o legal dessa opção é que ela pode marcar muitos players se ficar escondida num bom local. Essas ideias são basicas e podem ser trabalhadas com criatividade…

Por fim vale destacar que devem ser usadas com responsabilidade, deve-se tomar cuidado para não machucar ou sujar os players de forma permanente, todas as pontas devem ser cuidadosamente cobertas ou retiradas, a tinta deve ser lavavel ou de preferencia talco, e tomar cuidado para que nenhuma armadilha fique voltada para o pescoço ou os genitais, sendo de preferência apontadas para o tronco ou as pernas, de resto bons jogos e fair play 😀

Não seja esse cara

Não posso deixar passar em branco um evento triste para o nosso esporte que aconteceu recentemente, um jovem fardado e com um marcador no coldre no meio da rua foi fotografado e apareceu em um jornal de Campo Grande sendo dito que estava tentando gerenciar o transito e que chegou a confundir os bombeiros como sendo policial…

Não estou fazendo esse post para julgar os fatos, o jovem alega inocência em seus atos e sensacionalismo da matéria, a matéria alega irresponsabilidade e falsidade ideológica da parte do jovem, mas no fim uma coisa é certa, a imagem do paintball fica um pouco mais manchada a cada mancada…

No fim existem dois pontos a se destacar, 1º não saiam fardados de casa, quem faz isso faz só pra se aparecer, é pura frescura, não tem desculpa, eu levo farda, marcador e cilindro, bolinhas, máscara, luvas, joelheiras e cotoveleiras dentro de uma única mochila, quando muito vou usando apenas a calça, mesmo que não seja a sua intenção as pessoas vão te confundir e estranhar sua presença, não tem como passar batido, isso estraga não só a imagem do paintball como da força militar que você está copiando, imagina o rebuliço que não causaria uma foto de um camarada no shoping fardado com uma lata de cerveja na mão…

2º NUNCA!!! em hipótese alguma ande com o marcador a vista das pessoas, isso é inaceitável, mesmo que você tenha CR e CII ainda é crime, só vai assustar as pessoas e te arranjar uma bela dor de cabeça, as pessoas vão confundir com uma arma real e vão tratar o caso como se fosse, não banque o Rambo.

Andar fardado com o marcador na mão é tão legal quanto aqueles manos que ficam empinando moto com escape furado… não façam isso é sério… se você não consegue evitar, mude de esporte, vá jogar truco aí você poderá andar com o baralho pendurado no pescoço se quiser.

1434454657687998
não seja esse cara

Como montar um campo de paintball

?????????????????

Muitas e muitas das visitas do blog são pelo interesse de alguns players de ir além e ter seu próprio campo, por isso resolvi montar esse post pra dar uma idéia do que pode ser feito para facilitar esse sonho, primeiro quero deixar claro que os Patos Locos não tem um campo de paintball comercial, nós temos uma área de mata onde jogamos e também jogamos no campo Headshot em Maringá, dessa forma todas as nossas opiniões são baseadas no que vemos e também no que desejamos, mas sempre no campo especulativo, digo isso porque muitas questões mais técnicas ou práticas não poderemos responder

Mas dar pitaco é com a gente mesmo, então vamos lá…

Estrutura

Além da área de jogo, você vai precisar de um local para guardar os equipamentos, uma sala de espera com pelo menos uns três sofás grandes, vestiários, banheiro e uma recepção, os espaços coletivos merecem atenção para proporcionar o melhor conforto possível, por mais que seja um esporte “sujo” o lugar tem que ser bem apresentável.
A área de jogo e os bunkers devem ser seguros, nada de farpas ou pontas de prego, a ultima coisa que você quer é que alguém se machuque.

Pessoal

No mínimo você vai precisar de dois funcionários, um para recepção marcando os horários e cuidando do caixa e outro para ajudar com os equipamentos, o tamanho do campo influencia muito nesse número, mas no mínimo isso.

??????????

Equipamento

Além dos marcadores você vai precisar dos kits de reparo específicos para os modelos, torpedos de CO2 ou HPA, estações de recarga, boas ferramentas, mascaras, coletes, macacões, e peças extras pra tudo, telas pra fechar a área de jogo, isso é imprescindível! E por fim bolinhas caixas e caixas de bolinhas, um bom estoque para garantir qualquer imprevisto, pois sem bolinhas não tem jogo. E Como extra, material de limpeza de higiene e uma caixa de primeiros socorros.

Organização

Um bom timing seria assim, o recepcionista atende o primeiro grupo o auxiliar prepara os equipamentos, você passa as instruções, enquanto o primeiro time joga outro grupo já está na sala de espera vendo TV ou ouvindo música, com o término da partida o auxiliar corre para preparar os equipamentos e encher os cilindros enquanto você passa as instruções, e com sorte já terá outro grupo na sala de espera. O atendente atenderá o telefone marcará os horários e passará uma explicação previa de como é o jogo, de preferência que seja uma moça bonita, o auxiliar deve ver se os marcadores estão funcionando perfeitamente, se as mascaras estão limpas e os cilindros carregados. Enquanto você gerencia tudo e garante a segurança dos jogadores. E todos serão responsáveis pela organização e limpeza do campo.

lg_fort-paintball-field-at-Coopers-Cave-in-New-York

Publicidade

Não adianta só montar, eles não virão, é preciso fazer propaganda, cartazes, panfletos cartões, anúncios em jornais carro de som, promoções casadas, tudo que possa impulsionar seu negócio, investir em propaganda é essencial.

Por aqui já dá pra notar que os gastos serão grandes, muito pode ser feito na gambiarra, com coisas doadas, tem muitos posts aqui no blog sobre isso, mas no fim mesmo as miudezas vão enfiar a mão no seu bolso, tenha sempre uma segunda opção, um sócio, um fiador, uma avó que peça empréstimo pra você porque contas surpresa vão aparecer.

Por fim analise bem as suas opções, comprar equipamento novo ou usado, campo em terreno próprio ou alugado, speed ou cenário, campo grande médio ou pequeno… não adianta montar um campo grande se na sua área só aparece uma meninada pra um joguinho rápido, ou montar um campo de cenário e descobrir que na região tem quatro times de speed, pesquise, fale com a galera, pergunte nos fóruns e comunidades, a informação é a principal ferramenta pra montar um negócio de sucesso.

E segue as instruções da federação de sampa para a parte burocrática:

a) Solicite a prefeitura o direito de uso e ocupação do solo. Veja se a atividade (jogos e entretenimento) é permitida na região de seu interesse.
b) Providenciar alvará do corpo de bombeiros,
c) alvará da prefeitura,
d) CNPJ (obrigatório) e INSCRIÇÃO ESTADUAL para comercialização de equipamento,
e) CERTIFICADO DE REGISTRO (CR) junto ao exército com seus equipamentos apostilados. Para isso é necessário apresentar a nota fiscal de compra dos marcadores;
f) Adotar procedimentos de segurança indicados pela federação de paintball.

E tenha em mente que se no seu estado existe uma federação eles podem te ajudar muito com dicas de como montar o campo, de como arrumar a papelada e também na divulgação e criação de eventos.

Espero ter ajudado, bons jogos e fair play 😀

segue aí um videozinho gringo mas muito útil

Achando o caminho

Você acordou cedo, é o grande dia, vai jogar com um time de fora em um campo novo, mata fechada, um grande jogo, lá chegando a primeira coisa que entregam é um mapa da área uma bússola e as coordenadas do objetivo… e agora José?…

Você não conhece a área, de fora não vê nenhum ponto de referência, como vai se achar? A leitura da bússola é bem simples, a agulha aponta pro norte, simples assim, então você alinha o norte do mapa com o norte da bússola e já tem pelo menos a idéia de pra qual lado pode ir…
mapa
Tomemos esse mapa como exemplo, existe um rio que corta a área de jogo, na margem oposta tem um QG e uma base de lançamentos de Katyusha você tem que invadir o QG para conseguir documentos importantes e explodir a base dos foguetes, mas você não sabe nada além de onde está, o start no canto inferior direito, e onde é o norte…
g44-2
Com a bússola e o mapa podemos calcular o azimute, isso também é fácil, geralmente nas bússolas tem as marcações, mas caso não tenha ou você tenha descoberto o norte de maneira improvisada basta ter o norte como início, ele é zero graus, seguindo em sentido horário fecha-se o circulo com 359º, logo a partir do ponto onde você se encontra pode-se definir um ângulo em relação ao norte para ser seguido, no exemplo do mapa, os foguetes se encontram a 348,75º e o QG está a 305º a partir do ponto de partida.
mapa2
Uma opção de estratégia é o time andar junto até a margem e se dividir em duas equipes que atacarão simultaneamente, nesse caso todo o time seguiria a 305º até a margem onde uma parte seguira até o QG mantendo a rota e a outra atravessará o rio seguindo 0º e na margem oposta toma a direção de 67,5º…
mapa3
E se só tiver uma bússola, o time que for seguir sem ela tendo a direção deve destacar um ponto no terreno como guia, uma arvore ou pedra, destacar um batedor que vai seguir em linha reta pela direção do objetivo, por um espaço X, o grupo deve direcioná-lo caso ele saia do curso, após chegar ao guia o grupo se aproxima dele e determina um novo guia mais adiante, e se repete o ciclo, nesse caso deve-se evitar qualquer mudança no percurso, tentando se manter o mais reto possível.
bussola-material-vector_15-8782
É claro que é muito difícil calcular a localização exata dos objetivos, mas dessa forma tem-se um ponto guia inicial.

Espero ter ajudado, bons jogos e fair play 😀