Preparando uma área para paintball (parte 1)

Sábado estava eu preparando uma casamata de bambu no sitio onde provavelmente se instalará a o QG selva dos patos, e me veio à mente essa matéria, onde pretendo descrever tudo que acho necessário para a preparação de um terreno para se tornar um campo de jogo confiável e seguro…

A primeira regra é a segurança, o paintball é um esporte de ação e como tal todo jogador está sujeito a uma série de riscos, dessa forma o campo deve ser preparado para diminuir os riscos o máximo possível, para os jogadores e para terceiros…
O paintball é um esporte oportunista, qualquer lugar pode ser um provável cenário, fábricas, construções, sítios, qualquer terreno desabitado pode acabar virando área de jogo, porém nenhum deles foi feito para a prática de esportes de fato, mesmo quando ativas e funcionando as fábricas não são lugar para se correr de um lado para o outro, quando abandonadas então menos ainda…

A primeira coisa que se deve fazer é um pente fino, os integrantes do time devem fazer uma linha a um braço de distância um do outro e andar por toda a área olhando cada cantinho, os perigos maiores são fáceis de ver, o que acaba desviando nossa atenção dos pequenos riscos, há alguns anos atrás foi feito a reforma da academia que eu treinava e depois de dias de treino um aluno furou o pé em um parafuso preso no rejunte do piso, os pedreiros não viram o parafuso, nem os professores e nem os alunos, desde o momento em que ele ficou preso lá até o momento em que o garoto furou o pé se passaram vários dias com aquele risco ali no meio de todo mundo, o que eu quero dizer é que se fosse um fio desencapado ou uma cobra provavelmente alguém teria notado antes, mas os pequenos riscos acabam sendo ignorados até que alguém se machuque…

Um martelo um alicate e uma esmerilhadeira são a garantia de que qualquer ponta possa ser dobrada arrancada ou esfarelada, deixando de ser um risco, e caso não possa ser retirado basta cobrir com durepoxi, são opções simples e baratas que evitarão que o jogo acabe de forma triste…

prego

Outro item recorrente tanto em construções abandonadas quanto em mata são as áreas que não se pode ir, poços, buracos ou excesso de perigos que não podem ser removidos acabam deixando mais fácil isolar a área do que adequá-la, porém isso não precisar ser feito de forma “broxante” com aquelas fitas amarelas ou com plaquinhas de não entre, por exemplo, pode-se isolar as construções com placas de radioatividade ou de perigo infectobiológico e as áreas de mata com placas de campo minado, não vai custar mais do que 10 dinheiros cada plaquinha na net, basta explicar para os player o significado e o clima do jogo não será interrompido por um cartaz escrito “não entre” com canetão.
images2
266819242_2ae0cbd25c
F287a
pode-se pintar nas paredes e vai sair mais barato ainda, e as portas ou buracos, podem ser barradas com tambores como esse…
DSC01033
Dessa forma pode-se garantir a segurança dos players e manter o clima do jogo.
Espero ter ajudado, bons jogos e fair play 😀

Anúncios

Tags:, , , , ,

About Artista

Eu corro como um pato loco

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: