Preconceito contra o nosso esporte

equipado

O paintball cenário visa a maior similaridade possível com o cenário real de batalha, essa busca foi o que gerou o interesse das empresas em criar cada vez mais equipamentos milsim, military simulation, vendo o crescente mercado de aficionados pelo estilo as empresas passaram a buscar uma maior similaridade entre o equipamento de paintball e o equipamento militar, e isso se aplica não só aos marcadores, mas a todos os acessórios, coletes, luvas, capacetes, etc… Hoje é possível encontrar jogadores que tem mais equipamento do que muitas forças de elite por aí, a diferença está na resistência balística, algumas pessoas torcem o nariz e acham que esse tipo de jogo com esse tipo de equipamento pode servir para treinar assaltantes de banco ou paramilitares esquerdistas, mas quem tiver a chance de comparar os equipamentos reais e os de paintball vai perceber que a única coisa em que se assemelham é na aparência, um colete de paintball é muito mais leve do que um de kevlar e um marcador de paintball apesar da forma similar é bem diferente em estrutura de um rifle real, quem dispara um marcador de paintball em hipótese alguma estará apto a disparar um rifle real…

Outra impossibilidade do mau uso do equipamento de paintball está no preço, um marcador BT TM15, similar ao rifle M16 não vai sair por menos de 1.500 dinheiros, um vagabundo com 1.500 no bolso pode comprar uma arma real, lembrem-se que as armas só custam caro nas lojas credenciadas, com impostos, mas no submundo o preço só segue a lei da oferta e procura, na minha cidadezinha de interior, teve um crime passional, onde um homem sem ligação nenhuma com o crime, um pai de família como qualquer outro, comprou um revólver em uma boca de fumo por 400 dinheiros e matou a ex mulher, por esse preço só dá pra comprar uma Tippmann 98 usado sem nenhum mod, que assusta tanto quanto uma furadeira…

O motivo pelo qual eu treino paintball é pela possibilidade de exercitar mente e corpo, traçar planos e estratégias e executá-los em campo, a maioria das pessoas que escolhe o estilo cenário tem certos gostos em comum, entre eles o mais forte é o militarismo, a maioria de nós se inspira nos agentes mantedores da lei e não nos que a quebram, quando entramos em campo “incorporamos” os soldados, os militares, e não os bandidos, e levamos esses mesmos valores para a vida, você pode circular todos os sites e fóruns nacionais sobre paintball na net e não vai ver nenhum tipo de incentivo ao crime, violência ou depredação, muito pelo contrário, muitos campeonatos e catadões pedem colaboração em alimento para doar a entidades carentes, quando jogando em áreas verdes qualquer jogador que polui ou joga lixo é duramente repreendido, todos são conscientes no uso e transporte dos marcadores, observe que 95% dos vídeos de idiotas se machucando com equipamento de paintball que tem na internet são gringos…

Para um leigo um marcador milsim pode ser confundido com uma arma real, mas para um policial ou uma pessoa mais informada as diferenças são gritantes, da mesma forma que uma espingarda de chumbinho quando comparada com um rifle M1 Garand…

diferença entre marcador e rifle real

Um praticante de artes marciais andando com um facão ou uma espada na rua tem bem mais letalidade do que um jogador de paintball com seu marcador, mas, indo contra a razão, um artista marcial é bem visto enquanto o baller pode acabar tendo que se explicar na delegacia, não que o artista marcial devesse ser abordado, pelo contrário, mas devido a aceitação social das artes marciais o praticante é visto como o que ele é, um esportista, graças a isso a imagem de um homem com uma espada nas costas não gera medo em ninguém, porém graças ao preconceito um baller com marcador desmontado no porta-malas ainda pote ter problemas com a lei caso ele não tenha conseguido toda a papelada…

samurai-umbrela-6

Recentemente foi criada a CBP – Confederação Brasileira de Paintball, e ela vem com algumas promessas de melhorias nas leis que regulamentam o nosso esporte, alguns estados tem suas federações, outros não tem, e aqui no Paraná a nossa federação está congelada desde 2011. Também não é de hoje que alguns deputados compraram a nossa causa, e outros tentam avacalha-la, a minha opinião é que podemos agilizar esse processo lutando contra o preconceito, fazendo mais eventos beneficentes, promovendo jogos sociais incentivando a participação das pessoas leigas, sempre informando a policia e a vizinhança quando jogar em locais a vista da vizinhança…

.

Eu treino kung fu a 6 anos, e varias vezes a policia cruzou por mim na rua carregando uma infinidade de “armas brancas” e eu nunca fui parado, mas para esse desfecho, a nossa academia sempre esteve fazendo apresentações públicas, desfilando no 7 de setembro e interagindo com as escolas, É óbvio que eu não estou dizendo que a gente deve sair atirando dentro das escolas (kkkkkk essa seria realmente uma má idéia hohoho…) mas nada impede de trazer as crianças até o campo, fazer um tiro ao alvo com premios pra molecada, quando eu tinha 6 anos a minha escola levou a turma no exército e eu lembro de cada detalhe desse dia até hoje, a partir do momento em que as pessoas conhecerem melhor o paintball e perderem o preconceito, deixaremos de ser vistos como paramilitares esquerdistas assaltantes de banco, e passaremos a ser vistos tal qual nossos camaradas marciais como esportistas.

0420-0906-0919-4303_soldier_and_child_m

Desejo muita sorte a CBP e juizo aos players, bons jogos e fair play 😀

Anúncios

Tags:, , , ,

About Artista

Eu corro como um pato loco

9 responses to “Preconceito contra o nosso esporte”

  1. morcegoespideiro says :

    Concordo e gênero, número e grau.
    Excelente.

  2. chloe says :

    queria sua opinião sobre uma foto. Como faço?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: